Instituições se unem na Campanha do Laço Branco

A OAB Paraná participa neste domingo (6), às 11 horas, de uma mobilização que reúne várias instituições na Campanha do Laço Branco, pelo fim da violência de gênero. A data 6 de dezembro foi instituída como Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. A seccional estará representada pelo seu presidente, Cássio Telles, e pelo presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná, Fabiano Baracat. Representantes de todas as instituições do Sistema de Justiça estarão presentes.

Confirmaram participação até esta quinta-feira (3) o presidente do Tribunal de Justiça, Adalberto Xisto Pereira; a procuradora de Justiça Mônica Louise de Azevedo e a promotora de justiça Ana Carolina Pinto Franceschi (Ministério Público do Estado do Paraná); o diretor do Foro da Justiça Federal, Rodrigo Kravetz; o defensor público-geral Eduardo Pião Ortiz Abraão (Defensoria Pública do Estado do Paraná); do reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca; o presidente da AMP (Associação Paranaense do Ministério Público), André Tiago Pasternak Glitz; o procurador do Trabalho Bruno Martins Teixeira (ANPT – Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho); o presidente em exercício da Amatra (Associação dos Magistrados do Trabalho da 9ª Região), Marcos Blanco; e o procurador-chefe da Procuradoria Federal no Paraná, Marcelo Gorski;  além de conselheiros seccionais da Ordem, presidentes de subseções e membros das comissões da OAB Paraná.

Sobre a Campanha

Criada há 21 anos, no Canadá, a campanha do Laço Branco tem como objetivo fomentar o compromisso entre aqueles que aderem de nunca cometer ou tolerar a violência contra mulheres e meninas. A iniciativa surgiu após o assassinato de 14 mulheres, estudantes de engenharia da Escola Politécnica de Montreal. No Brasil, o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência Contra as Mulheres foi instituído pela Lei 11.489, de 2007.

Em apoio à campanha, a fachada da OAB Paraná receberá um banner com mensagem de sensibilização dos homens e de toda a sociedade sobre o enfrentamento à violência de gênero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *