OAB Paraná parabeniza a advocacia criminalista

A OAB Paraná parabeniza a advocacia criminalista pelo transcurso da data instituída em sua homenagem (2 de dezembro).

“Talvez nenhum outro ofício seja tão mal compreendido quanto o do advogado criminalista, não raras vezes confundido com o próprio cliente e responsabilizado, como se fora espécie de partícipe, pelas condutas imputadas ao seu constituinte”, diz o secretário-geral da Seccional e advogado criminalista Rodrigo Sánchez Rios.

Para Rios, nesta data cabe lembrar a lição de Hervé Temime: “Não porque eu ame o crime, o delito ou aqueles que o cometem, mas porque não há justiça equilibrada sem uma defesa forte e porque, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, o mais fraco do julgamento é sempre o acusado, independentemente de seu status fora do tribunal. Afirmo-o com absoluta certeza, tendo defendido os mais pobres, os mais ricos, os mais anônimos e os mais famosos”.

“A conclusão do causídico francês é um alento para todos nós, caros colegas de luta: Eu não desculpo a falta, mas eu posso entendê-la. Eu não suporto que possamos condenar sem humanidade. Eu não suporto que possamos condenar sem certeza. É por isso que gosto de defender”, declara Rios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *