Pesquisa avalia audiências virtuais no âmbito dos Juizados Especiais no interior

A Comissão de Juizados Especiais, em conjunto com a Comissão de Reforma do Judiciário e do Grupo de Trabalho para Acompanhamento da Crise do Coronavírus, encerraram a terceira etapa da pesquisa sobre audiências virtuais no âmbito dos Juizados Especiais no estado do Paraná. Nesta fase, direcionada a compreender a advocacia do interior, a pesquisa foi respondida pelas subseções, buscando-se obter informações sobre o modo de realização das audiências no período de suspensão das atividades presenciais em razão da pandemia de covid-19.

Como na primeira pesquisa, realizada com advogados do Paraná, o objetivo foi verificar como tem sido a experiência dos advogados com essas ferramentas e, eventualmente, identificar dificuldades a serem superadas e propor soluções. Desta vez, aos serem questionados sobre o maior empecilho para a realização de audiências virtuais, 39% dos entrevistados apontaram a “ausência de recursos tecnológicos adequados”, enquanto 35% relataram a ausência de “unificação das orientações destinadas às secretarias dos Juizados Especiais”.

Além desses, outros problemas foram apontados e integram o documento que foi preparado pelas comissões e entregue ao presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, como por exemplo, a falta de padronização das plataformas utilizadas, o encaminhamento do link para a audiência com pouca antecedência, indisponibilidade dos contatos com as secretarias, desrespeito aos horários fixados, entre outros. Com base nesse resultado, as comissões envolvidas definiram frentes de atuação e apresentaram sugestões que serão encaminhadas pela OAB ao Tribunal de Justiça.

Para auxiliar advogados e partes no acesso a audiências, no modelo virtual, a Comissão de Juizados Especiais, em parceria com a Comissão de Inovação e Gestão, desenvolveu um card que contém um passo a passo dos procedimentos. Trata-se de um guia de acesso à ferramenta Microsoft Teams da Justiça Estadual.

Confira aqui os resultados da pesquisa e as propostas apresentadas

Confira aqui o guia de acesso às audiências pelo Microsoft Teams

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *