Semanas de conciliação no TRT-PR abrangerão processos de 1º e 2º graus a partir de novembro

A Semana Nacional da Conciliação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Semana Nacional da Execução Trabalhista do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) serão realizadas de 30 de novembro a 4 de dezembro. Na ocasião, tribunais de todo o país concentrarão esforços em solucionar o maior número de processos por meio do acordo amigável.

O Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) também participará das campanhas, concentrando suas atividades nos Centros Judiciários de Métodos Consensuais de Solução de Disputas (CEJUSCs), que  realizarão audiências de conciliação estritamente em processos na fase de execução.

Neste ano, não há link para inscrição. Os interessados devem solicitar a inclusão de seu processo na pauta especial mediante petição nos autos. O prazo termina no dia 10 de novembro.

O CEJUSC 2º Grau realizará o seu mutirão de 23 a 27 de novembro. Na unidade são submetidos à tentativa de acordo processos que tramitam na segunda instância, incluindo aqueles que estão na Vice-Presidência em fase de admissibilidade de recurso de revista. A data para inscrição dos processos encerra em 10 de novembro. A solicitação também deverá ser feita mediante petição no autos.

O Tribunal, assim, adere não apenas às duas semanas de conciliação, mas também ao “Mês Nacional da Conciliação”, definido pelo CSJT para novembro. Dúvidas e mais informações sobre os mutirões no TRT-PR devem ser tratadas com o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Disputas – NUPEMEC, pelo e-mail nupemec@trt9.jus.br.

Fonte: Assessoria de Comunicação do TRT-PR

Programe-se

a) Semana da Conciliação de 2º Grau, no período de 23 a 27/11/2020, com atividades concentradas no âmbito do CEJUSC 2º Grau, com processos que tramitam exclusivamente em 2º Grau, abrangidos os processos que tramitam na Vice-Presidência;

b) Semana da Conciliação e da Execução, no período de 30/11/2020 a 04/12/2020, com audiências de conciliação no âmbito dos CEJUSCs de 1º Grau, em processos que se encontram em fase de execução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *