ESA Paraná realiza curso de mediação voltado para a advocacia

A Escola Superior da Advocacia (ESA), da OAB Paraná, realizou neste mês de junho o Curso de Formação para Conciliadores e Mediadores Judiciais. A oportunidade é oferecida exclusivamente para advogados inscritos na seccional.

Atuaram como instrutores a advogada e mediadora Ana Graf, a supervisora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) do 2º grau, Liciane Júnia Baltazar, a advogada, coordenadora de Direito Privado da ESA , Marília Pedroso Xavier, e o mediador e gestor do Cejusc das Varas Cíveis de Curitiba, Marcel Tulio.

Podem participar desse tipo de formação advogados que tenham completado, no mínimo, dois anos de formatura, conforme determina o artigo 11 da Lei 13.140/2015. O curso tem duração de 100 horas, sendo 40 horas de fundamentação e as outras 60 de estágio supervisionado.

“O curso de mediação foi uma quebra de paradigmas. É urgente a missão de capacitar profissionais preparados para atuar de forma cooperativa e compor conflitos”, explicou Marília, que além de instrutora também foi a coordenadora pedagógica do curso.

“Esse foi o primeiro curso de mediação que fizemos de forma virtual. Num primeiro momento, ficamos com receio de que haveria alguma limitação no conteúdo, por não ser presencial, mas para nossa alegria, ao término do curso percebemos que isso não ocorreu. O curso foi bem produtivo e a turma muito participativa. A experiência foi muito gratificante. Agradeço a ESA pela oportunidade e confiança”, disse Liciane Baltazar.

“Foi uma satisfação imensa trabalhar com uma turma muito empenhada e muito respeitosa. Houve uma participação muito comprometida por parte dos alunos. Conseguimos gerar reflexões muito importantes no sentido de uma comunicação positiva, construtiva, além do acordo, no sentido de uma negociação profissional que o mediador profissional pode trazer, com uma nova visão de advocacia e de Judiciário”, relata Tulio.

“A advocacia está mudando e o profissional conhecedor do alcance dos método adequados dos métodos de solução de conflito irá se destacar entre os demais, pois terá mais clientes satisfeitos que indicarão o seu trabalho”, pontua Ana Graf. “A minha experiência como instrutora foi a mais maravilhosa, porque, à medida que vou ensinando a mediação, vou acompanhando a transformação dos alunos. É como se estivessem descobrindo um mundo novo, que vem trazer mais harmonia, uma realização. Agradeço aos alunos pela oportunidade de poder ministrar o curso”, diz a instrutora.

Nova perspectiva

A advogada Daniela Ballão foi uma das alunas do curso e ressaltou como a oportunidade ampliou a perspectiva sobre o tema. “A visão trazida pelos instrutores do curso, de um Poder Judiciário multi-portas, em que o processo judicial não é a única forma de resolução de conflito, vem ao encontro da Moderna Teoria do Conflito já utilizada em outros países e recomendada por entidades internacionais como a UNESCO. Percebi como aluna deste curso a importância da adequada capacitação dos advogados e advogadas para que valorizem esta prática”, descreve Daniela. Para ela, o curso também incentivou a prática da negociação e da mediação e ofereceu ferramentas teóricas para o exercício extrajudicial.

A advogada Romênia Marinho Rocha Rodrigues também participou do curso. “Parabenizo a ESA-PR pelo curso online de Formação para Conciliadores e Mediadores Judiciais. O curso atendeu plenamente às expectativas em relação a estruturação, coordenação e docência. Meu especial agradecimento ao corpo docente, os professores Ana Paula Graf, Liciane Júnia Baltazar, Marília Pedroso Xavier e Marcel Túlio pela excelência na condução, competência e conhecimentos repassados”, declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *