Na primeira manhã, campanha Quero Diretas na OAB coleta mais de 3 mil assinaturas

A campanha Quero Diretas na OAB, lançada na segunda-feira (5), atingiu mais de 3 mil assinaturas em menos de 24 horas. Liderada pela OAB Paraná, a iniciativa defende que a escolha da diretoria do Conselho Federal seja feita diretamente pelos profissionais da advocacia de todo o Brasil e cada um possa votar nos candidatos que considerar o mais preparados para estarem à frente da entidade nacional.

Até as 10h30 dessa terça-feira (6), 3.030 advogados e advogadas de todas as regiões do Brasil assinaram a lista em apoio ao manifesto que lembra, “nas veias dos que escolhem essa profissão, corre o sangue democrático”. No lançamento, foram apresentados depoimentos com o apoio de juristas de renome, como René Ariel Dotti, Eunice Martins e Scheer, Romeu Bacellar, José Miguel Garcia Medina e Clèmerson Merlin Clève.

O documentou lembra que a advocacia brasileira contribuiu com a elaboração de textos constitucionais no decorrer da história do Brasil e teve papel fundamental no processo de redemocratização. Na Constituição Cidadã, a atuação da classe garantiu cláusulas pétreas como liberdade e igualdade. “É chegada a hora de dar concretude ao discurso do voto direto como expressão legítima da democracia, também no Conselho Federal da OAB”, diz o documento.

“É essa mensagem que doravante todos nós professaremos de forma pública, enfática e intransigente. É isso o que queremos na OAB: democracia e eleição direta para o presidente da nossa instituição. Está lançado o nosso movimento”, disse o presidente da OAB-PR, Cássio Telles, que foi o anfitrião do evento de lançamento, juntamente com o presidente da OAB-MS, Mansour Elias Karmouche.

Karmouche lembrou que o lançamento da campanha ocorreu no dia em que a Constituição Federal completa 32 anos. “Esse movimento é da advocacia, é da democracia. A OAB pertence hoje à sociedade”, enfatizou.

Assine a lista

Confira quem já assinou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *