Outubro Rosa da OAB PG reúne prevenção e solidariedade

Para reforçar a conscientização sobre a prevenção ao câncer de mama, a Comissão da Mulher está promovendo uma série de eventos. Amanhã, haverá arrecadação de leite em pó, produtos de higiene e limpeza em sistema drive-thru, no Estacionamento da OAB.
  Durante todo este mês, a Comissão da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção Ponta Grossa (OAB PG) está realizando uma campanha de arrecadação de leite em pó e produtos de higiene e limpeza, que serão destinados à Rede Feminina de Combate ao Câncer, que atende pacientes em tratamento de câncer. A ação faz parte da programação de atividades alusivas ao Outubro Rosa. Neste sábado, 24, a Comissão receberá os donativos, das 9 às 14 horas, em sistema drive thru, no estacionamento da OAB. É obrigatório uso de máscara. Não será preciso descer do carro para fazer sua doação. Também é possível entregar as doações na Secretaria da Subseção, mediante agendamento, em horário comercial, até 31 de outubro. Segundo Silvia Elaine da Silva, presidente da Comissão da Mulher, a campanha foi idealizada com o intuito de colaborar com as pessoas que estão em tratamento de câncer, especialmente o de mama. “Todos os anos buscamos auxiliar de alguma forma. Por isso, resolvemos mobilizar os advogados e advogadas em prol da entidade, que faz esse trabalho tão importante de auxiliar os doentes de câncer”, explica. Para a presidente da OAB Ponta Grossa, Rubia Carla Goedert, a ação reforça o papel da entidade na comunidade. “Temos não só o compromisso de defesa da Advocacia e de suas prerrogativas, mas também de colaborar e contribuir com a sociedade, com a comunidade. Ações solidárias como esta reforçam nosso papel cidadão”, fala.   Palestra Ainda durante este mês, será realizada palestra sobre cuidados e prevenção ao câncer de mama, no dia 29 de outubro, às 19 horas. O evento será on line, realizado pela plataforma Zoom e transmitida simultaneamente pelo Facebook da OAB Ponta Grossa.   Câncer de mama A doença deve ter mais de 66 mil novos casos registrados em 2020, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Devido à pandemia, este ano o número de mamografias realizadas pelo SUS caiu quase pela metade, um alerta preocupante tendo em vista a importância da detecção precoce da doença. O sintoma mais comum da doença é o aparecimento de nódulo, geralmente indolor, duro e irregular. Segundo o Inca, a maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres. Por isso, a importância do autoexame, aliado à realização regular do exame de mamografia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *