Política nacional de drogas está em discussão em congresso da OAB Paraná

O III Congresso sobre Drogas: Álcool e outras drogas confrontos entre o lícito e o ilícito foi aberto na manhã desta segunda-feira (9), dando início a uma série de debates sobre a política nacional de drogas. O evento foi organizado pela Comissão de Políticas sobre Drogas da OAB Paraná, presidida pelo advogado Luiz Carlos (Piti) Hauer, e prossegue até 13 de novembro, com um total de 13 painéis de debates. O congresso conta com apoio de mais 15 comissões da seccional, da Caixa de Assistência dos Advogados do Paraná (CAA-PR) e de diversas instituições.

O presidente da OAB Paraná, Cássio Telles, fez a saudação inicial lembrando que a advocacia, ao realizar o congresso, cumpre a sua missão de contribuir com propostas e soluções para o tema. “A política sobre drogas não é uma atribuição exclusiva das entidades estatais, mas deve envolver toda a sociedade. Nós, operadores do Direito, temos um contato muito próximo com a realidade, mas não podemos focar exclusivamente na questão repressiva. Esse é um viés, mas não é o principal. O tráfico de drogas é consequência de um problema social”, afirmou.

“Este é um tema delicado e urgente, muitas vezes subestimado na escala de prioridades das políticas públicas. É um tema que demanda um esforço permanente para que as questões sejam debatidas de forma crítica, utilizando os espaços públicos, como é a nossa OAB, para ajudar a encontrar caminhos e soluções”, completou a vice-presidente Marilena Winter.

A abertura contou também com a participação da vice-presidente da Comissão de Política sobre Drogas, Dayane Candatten; da presidente da Comissão do Pacto Global, Jaqueline Lobo da Rosa; do secretário nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e Segurança, Luiz Roberto Beggiora; do secretário nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas (SENAPRED) do Ministério da Cidadania, Quirino Cordeiro Jr; e do Presidente do CONESD e Diretor do NEPSD, Renato Figueroa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *