Projeto piloto de Chatbot irá sanar dúvidas dos advogados para o acesso à ferramentas digitais

Atenta à demanda de inovação tecnológica, a OAB Paraná irá desenvolver um projeto piloto de Chatbot buscando sanar dúvidas dos advogados para o acesso à ferramentas digitais. A ferramenta de Inteligência Artificial será desenvolvida pelo Grupo de Trabalho Labtech, coordenado pelos advogados Caio Rios Silva e Felipe Jensen, da Comissão de Inovação e Gestão. O tema pautou reunião realizada nesta terça-feira (10) entre membros da comissão e o presidente da seccional Cássio Telles.

Telles frisou que a advocacia paranaense deve se atentar às inovações na área tecnológica e se atualizar, uma vez que a transformação digital se consolida a cada dia no meio jurídico.  “Cabe a nós mostrar à advocacia o caminho das mudanças tecnológicas e popularizar isso”, disse. 

O presidente da Comissão de Inovação e Gestão, Rhodrido Deda, esclareceu que o  LabTech é uma iniciativa que une o saber jurídico e o fazer tecnológico, com o propósito de apoiar a comunidade de advogados do Paraná. “Por estranho que pareça, código de computador e normas jurídicas têm muito em comum e cada vez mais será necessário que a advocacia desenvolva habilidades para criar tecnologias. O LabTech se fundamenta nessa visão”, explicou.

De acordo com o advogado Rafael  Aggens, vice-presidente da comissão, o projeto do Chatbot propõe o desenvolvimento de uma aplicação de computador que irá permitir à advocacia ter acesso a um banco de informações, simulando-se um diálogo humano, que possa auxiliar na solução de dúvidas do dia-a-dia.

“Soma-se a isso também o aprendizado que a realização desse projeto irá formar e que também se pretende disponibilizar à advocacia futuramente. É mais um passo, importante, no sentido de aproximar a advocacia a cada dia mais da nova realidade que o mundo em sua forma digital oportuniza”, frisou Aggens.

O  Grupo de Trabalho Labtech é coordenado também pelos advogados Magna Joelma Vaccarelli Knopik, Josélio Jorge Teider e Caroline Amadori Cavet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *